Culinária Brasileira – Receitas de Salgados de Festa

Cada região do Brasil possui uma culinária típica. Mesmo que não originários do lugar, há pratos adotados por culturas a ponto de serem relacionados apenas a elas. Os salgados são um exemplo de comida famosa em diversos locais diferentes; no entanto é incomum encontrarmos, em diferentes regiões, salgados feitos exatamente da mesma forma, com mesma massa e recheio.

De fama mineira, os tradicionais pães de queijo se espalharam pelo Sudeste a ponto de surgirem lugares especializados na venda desses salgados. Muito simples de serem feitos, são encontrados em todas as lanchonetes (incomuns em ocasiões de festas).

As coxinhas de galinha fazem sucesso no Sudeste. Elas são feitas com farinha de trigo e passadas no ovo e na farinha de rosca. Geralmente possuem recheio de frango com catupiry e, às vezes, azeitona. São vendidas em lanchonetes e servidas em festas.

Os pastéis mais facilmente encontrados no sudeste do Brasil são de carne e de queijo. Mas vale ressaltar os pastéis de bacalhau do Mercado Municipal de São Paulo, que se tornaram iguarias. Feitos com bacalhau desfiado e temperado com salsinha, azeite e cebola, os pastéis possuem a mistura incrível do macio e saboroso peixe com a leveza de uma massa fina e delicada.

No Nordeste, é feito a coxinha de carne-seca. Sua massa é parecida com a da coxinha de galinha apreciada no Sudeste, diferindo-se por ser feita com purê de abóbora, que é temperado, misturado à farinha de trigo e, no final, passado na farinha de rosca e na clara de ovo. O recheio de carne-seca pode ser temperado com cebola e manteiga.

Os pastéis nordestinos de festa são bem diferentes dos encontrados na região Sudeste. Possuem recheios de carne de porco muito bem temperada e azeitonas. Na feitura da massa, costuma-se acrescentar um pouco de cachaça. Ao final, depois de frito, o pastel é polvilhado com açúcar.

Também tipicamente nordestina, a empada de caranguejo é bem simples de ser feita. Na massa há ovos, sal, margarina e farinha de trigo; o recheio contém a carne do caranguejo temperada a gosto.

Famosos no Norte, em específico no Pará, são os chamados bolinhos de piracuí. O significado da palavra indígena piracuí é farinha de peixe. Sem vísceras, pele, espinhas nem cabeça, o peixe deve ser deixado ao sol para secar ou ser assado em forno a lenha, antes de ser amassado com o pilão de madeira e transformado numa farinha, com a qual são feitos os bolinhos. A farinha de peixe, geralmente do acari-bodó, também pode ser encontrada no Mercado Municipal de São Paulo, assim como seus bolinhos como aperitivo.

Folhado de pintado é um salgado feito na região Centro-oeste do Brasil. O peixe é cozido e desfiado. A massa folhada é aberta com um rolo, recheada e enrolada como um rocambole e em seguida levada ao forno. Os folhados são servidos quentes ou frios.
Como curiosidade, vale dizer que o biscoito denominado Biju, em forma de canudo, crocante e feito de polvilho, também é típico do Centro-oeste. São vendidos, normalmente, por vendedores ambulantes.

Cada região tem suas especialidades que contam um pouco da história do lugar e que estão intrínsecas àquela cultura.

Fonte: Ancorador